Conheça a 1ª Delegacia especializada para pessoas com deficiência da Polícia Civil de SP

Foto da fachada da Delegacia
Compartilhe:

Numa parceria entre as secretarias estaduais da Segurança Pública e dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a Polícia Civil de São Paulo instalou desde junho de 2014 uma Delegacia especializada para atender pessoas com deficiência. Nesses sete meses de atuação, foram lavrados 123 boletins de ocorrência e instaurados 44 inquéritos.

O trabalho da delegacia vai muito além do atendimento de Polícia Judiciária, pois acompanha inclusive denúncias e boletins de ocorrência de todo o Estado de São Paulo. Segundo a delegada titular, Marli Mauricio Tavares, os casos mais comuns registrados são de ameaça, furto, lesão corporal, maus tratos e injúria qualificada por preconceito, entre outros.

A Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência (DPPD) realiza um trabalho diferenciado e conta com um Centro de Apoio integrado por assistentes sociais, psicólogos, intérpretes de Libras (para atender aos surdos) e mecanismos que facilitam o acesso à informações para pessoas com deficiência visual.

Além disso, conta com uma equipe de policiais devidamente treinados e capacitados para dar atendimento direto aos casos que chegam pessoalmente à delegacia.

Os policiais e a equipe multidisciplinar desenvolvem um trabalho humano significativo e oferecem suporte remoto ou presencial para outros distritos policiais e ainda, programam visitas domiciliares e encaminham as vítimas para serviços de proteção social, como o Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas), por exemplo.

Outra atividade da equipe é reciclar os policiais sobre as características da violência contra pessoas com deficiência para prepará-los a prestar um atendimento de excelência às vítimas. Vale ressaltar que mais de 300 alunos da Academia de Polícia (Acadepol) passaram por esse tipo de treinamento.

A DPPD foi criada pelo Decreto nº 60.028, de 3 de janeiro de 2014 e tem por objetivo ainda, de oferecer orientação e consultoria às demais delegacias do Estado. O Decreto prevê, também, a futura instalação de delegacias especializadas em outras regiões do Estado.

Fonte: Polícia Civil