Paralisia Cerebral é tema de seminário realizado pela Casa da Criança Paralítica

Foto de símbolos da acessibilidade em fundo verde
Compartilhe:

Profissionais da área de saúde que atuam com pacientes com paralisia cerebral estarão reunidos em Campinas (SP) para o seminário “Paralisia Cerebral – Tratamento: Do impossível ao possível”, realizado pela Casa da Criança Paralítica de Campinas. A quarta edição do evento acontece dia 22 de maio e é destinada a profissionais e estudantes das várias especialidades envolvidas no tratamento multidisciplinar de pacientes com paralisia cerebral e reunirá especialistas em fisiatria, ortopedia, neurologia, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, pedagogia, odontologia e nutrição para discutir novidades e avanços na área.

Conhecida como encefalopatia crônica não progressiva, a paralisia cerebral acomete o cérebro imaturo (do feto, do recém-nascido ou na primeira infância). Apesar da evolução constante nos tratamentos durante a gestação, 2 em cada 5 mil bebês – em países desenvolvidos – nascem com paralisia cerebral. No Brasil, a paralisia cerebral acomete de 30 mil a 40 mil bebês/ano.

Para o diagnóstico é fundamental fazer o pré-natal corretamente, verificar se a mãe é portadora de uma virose, rubéola, toxoplasmose, verificar diferentes complicações que podem causar lesões em regiões do cérebro ao longo da gravidez, durante os trabalhos de parto ou logo após sua conclusão, e que também podem se manifestar no período da infância. Basicamente, a paralisia cerebral leva a um distúrbio do movimento e do tônus postural.

Durante o seminário serão apresentadas novidades no prognóstico e tratamento. “Acompanhamos as mudanças constantes nos prognósticos de paralisia cerebral e do tratamento e ganhamos muita experiência. Temos riqueza de material”, ressalta Dr. Luiz Carlos Costa Morisco, diretor clinico.

Para o diretor técnico da instituição, Dr. Reginaldo César de Campos, o tema do evento -“Do impossível ao Possível” – reflete a própria história da Casa da Criança Paralítica, com as experiências acumuladas do passado e os resultados conseguidos atualmente.

Fundada em 1954, a Casa da Criança Paralítica (CCP) oferece atendimento especializado a crianças, adolescentes e jovens com deficiência física e comprometimento neurológico nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, médica, odontologia, psicologia, nutrição, serviço social e pedagogia, além de orientação à família. Atualmente, em sua sede no Parque Itália, são atendidos quase 300 pacientes por mês, a maioria de baixa renda. Ao longo de 60 anos de atividades, cerca de 15 mil pessoas já passaram pela instituição.

Serviço:
4º Seminário CCP – Paralisia Cerebral: Do impossível ao possível
Data: 22 de maio de 2015
Horário: das 8h às 18h
Local: Auditório da ACDC (Associação dos Cirurgiões Dentistas de Campinas) – Rua Francisco Bueno de Lacerda, 300 – Parque Itália – Campinas/SP
Inscrições: www.ccp.org.br/4seminarioccp
Informações: (19) 2121 7230 ou 4seminario.ccp@terra.com.br