Conferência vai discutir políticas para pessoas com deficiência em Governador Valadares

Foto de símbolos da acessibilidade em fundo verde
Compartilhe:

Na próxima quinta-feira (16) será realizada a 4ª Conferência Municipal de Política para os Deficientes em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. O evento ocorrerá a partir das 12h no Centro Cultural Hermírio Gomes da Silva, campus Antônio Rodrigues Coelho (antigo campus II) da Universidade Vale do Rio Doce (Univale).

A presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), Gabriela Mara Correa da Silva, explica que, este ano, o tema para as conferências foi proposto pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República com o objetivo de promover o debate, a reflexão e a compreensão de que ao tratar os direitos da pessoa com deficiência há que se entender a projeção automática aos direitos humanos assegurados a todo e qualquer indivíduo.

Por isso o conceito da transversalidade nas políticas públicas que permite a interligação de segmentos, políticas e conselhos, resultando no fortalecimento das redes de Direitos Humanos.

“A pessoa com deficiência é representada socialmente nos mais diversos grupos como crianças, adolescentes, jovens, homens, mulheres, idosos, homoafetivos, e daí a proposta integradora dos direitos e a importância da participação e representatividades sociais nesta quarta edição da Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência”, explica.

O tema da 4ª Conferência será “Os desafios na implementação da política da pessoa com deficiência: a transversalidade como radicalidade dos Direitos Humanos”. O evento é aberto para toda a população. Para participar não será necessária inscrição prévia. O credenciamento dos participantes será feito no próprio local da Conferência, antes da abertura oficial do evento.

Durante a conferência vão ser discutidos três eixos: Identidade de gênero e raça, Diversidade sexual e geracional; Órgãos gestores e de instâncias de participação social e Interação entre os poderes federados. A partir de então, serão elaboradas propostas e eleitos seis delegados titulares e seis suplentes para a Conferência Estadual que também acontecerá ainda este ano, seguida pela Conferência Nacional já prevista para o mês de dezembro.

Fonte: G1