Fanático por Kiss aos 11 anos, menino com Down realiza sonho após campanha

Montagem de quatro fotos de Gabriel com os integrantes da banda Kiss
Compartilhe:

Aos 11 anos, Gabriel Mudesto ficou encantado ao conhecer seus ídolos da banda Kiss, após campanha divulgada pelo pai e o tio. O garoto com síndrome de Down é apaixonado pela banda – toca bateria, coleciona toda a vasta linha de merchandising e sabe as músicas de cor. 

Ver uma apresentação exclusiva para fãs na primeira fila, tirar fotos, falar com os ídolos, e mais tarde assistir ao grande show, na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba na terça-feira (21), foi o final feliz da campanha #GabrielMeetKiss. O movimento foi criado pai, Ronaldo Mudesto, e o tio, Rodrigo Toninato.

Gabriel mora em Ribeirão Preto, e viajou para Curitiba em uma aventura: o pai e o tio não tinham certeza que haveria o encontro. Alguns dias antes do show, eles e os amigos começaram a espalhar mensagens nas redes sobre a vontade de Gabriel de chegar perto dos músicos.

Eles conseguiram contatos com pessoas do fã-clube e produtores, que indicaram o caminho: Curitiba, onde haveria show exclusivo da banda. Lá a missão seria mais possível, pois o encontro com fãs era menos concorrido que em outros locais, especialmente SP. A banda ainda vai a BH (23), Brasília (24) e SP (26).

Ao chegar ao "meet and greet" (encontro pago com fãs), eles conseguiram convencer os produtores. O próprio pai ficou de fora, enquanto o tio, que tinha comprado entrada, levou o menino (em outras ocasiões, crianças são barradas no "meet and greet", mas os responsáveis abriram espaço para Gabriel).

"A banda e os outros fãs tiveram muito carinho com Gabriel. Deixaram ele ficar na frente, falaram com ele, e ficaram surpresos com sua animação", conta o tio. "Fiquei impressionado com a recepção e o profissionalismo de uma banda veterana com um garoto brasileiro", elogia o pai. Mais tarde, Gabriel, "extasiado" (como descreve o pai), cantou todos os hits no meio do público em Curitiba.

Fonte: G1