Músico de Barra Mansa, RJ, supera deficiência e toca com os pés

Foto de Johnatha e uma guitarra
Compartilhe:

A palavra superação sempre fez parte da vida do jovem Johnatha Bastos. Morador de Barra Mansa, RJ, ele nasceu sem os braços e aprendeu desde cedo a encarar suas limitações. Apaixonado por música, encontrou nos instrumentos uma maneira de “enfrentar a vida” de forma mais leve. Aos 20 anos, é músico profissional, toca instrumentos com os pés e faz shows por diversas cidades do país.

“Meu interesse pela música surgiu bem criança, quando eu tinha apenas três anos. Cantava na igreja e sempre gostei de instrumentos. Aos quatro anos, meus avôs e minha mãe me deram a minha primeira bateria. Comecei a praticar e daí não parei mais”, contou.

Depois de aprender bateria, o músico quis ir além e superar ainda mais suas limitações. Influenciado pelo avô, começou a aprender teclado – instrumento considerado uma de suas paixões.
“Foi difícil no começo porque eu tocava com os pés, mas nunca pensei em desistir. Fui aprendendo, me aperfeiçoando e com o tempo comecei também a usar os membros superiores”, revelou.

Sem nunca ter feito aula de música, Johnatha disse que sempre buscou encarar a deficiência como um desafio. Aos 15 anos, ganhou a primeira guitarra de duas professoras da escola. O novo instrumento foi mais um obstáculo a ser encarado.

“Muitas pessoas achavam impossível e hoje me perguntam como eu consigo. Confesso que até eu mesmo não acreditava muito no começo, mas treinei e quebrei barreiras. Costumo dizer que para sonhar, não é preciso ter braços, mas sim coração. Para realizar um sonho é preciso apenas ter fé”, disse.

Conquistando novos sonhos

Após aprender os três instrumentos, Johnatha decidiu passar sua experiência de vida adiante. Hoje, além de participar de shows em várias cidades do país, realiza palestras motivacionais e foi finalista de um show de calouros em um programa de televisão.

“Por incrível que pareça, nunca sofri preconceito na música. As pessoas me encaram como um vencedor e a música tem me abençoado muito. Foi através dela que consegui mostrar meu trabalho para um público maior. Minha vontade é motivar as pessoas, mostrar que todo mundo é capaz de conquistar qualquer objetivo se tiver determinação e fé. A verdade é que todo mundo possui limitações. O que muda é o modo como as encaramos”, ressaltou.

Com um projeto de gravar um DVD e CD, ele revela que tem mais um sonho a ser conquistado: pretende aprender gaita e cursar a faculdade de música.

“Não sou diferente por ter nascido sem os braços, mas sou especial porque consigo tocar as pessoas com a minha música”, concluiu.

Fonte: G1