Dicionário acessível para pessoas com deficiência visual

Ilustração de pessoa com deficiência visual em fundo azul
Compartilhe:

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de 5 mil dicionários em português com as novas regras de ortografia.

O projeto visa beneficiar 2 mil pessoas com deficiência de todo o país com material acessível para auxiliá-los nos estudos, consulta a palavras e verbetes, e na leitura de livros e revistas. Cerca de 3 mil instituições, entre escolas, bibliotecas e organiz ações que atuem com pessoas com deficiência visual, terão acesso ao dicionário gratuitamente para disponibilizar ao seu público.

O dicionário em português em formato Daisy é uma tecnologia assistiva e uma ferramenta complementar à formação educacional e cultural das pessoas com deficiência visual. Com ele deve-se estimular o conhecimento e aumentar as ferramentas de acesso à cultura e informação por parte das pessoas cegas ou com baixa visão em computadores, celulares ou tablets. O formato Daisy é o ideal para as pessoas com deficiência visual, principalmente pelas funcionalidades de navegação e leitura, além disso, pode ser acessado a qualquer momento e lugar, basta que o usuário tenha o aplicativo DDReader – Dorina Daisy Reader instalado em seu apare lho.

Sobre o formato Daisy
O formato Daisy permite que o leitor com deficiência visual navegue como se estivesse com o material em mãos. As pessoas cegas ou com baixa visão podem acessar o conteúdo ampliando a fonte e ouvir simultaneamente em voz sintetizada no computador, tablete ou celular com sistema Android. O livro Daisy é editado com notas de rodapé opcionais, marcadores de texto, soletração, leitura integral de abreviaturas e de sinais, além da pronúncia correta de palavras estrangeiras. É um formato que garante a navegabilidade e o acesso à informação para pessoas com deficiência visual.

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos
A Fundação Dorina Nowill para Cegos atua há 69 anos para facilitar a inclusão de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programas de empregabilidade. A instituição é referência na produção de livros e revistas acessíveis nos formatos braille, falado e Daisy, distribuídos gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para escolas, bibliotecas e organizações em todo o Brasil. www.fundacaodorina.org.br | (11) 5087-0999