Nova York, nos Estados Unidos, destaca acessibilidade de suas atrações

Foto da Estátua da Liberdade com Manhattan ao fundo
Compartilhe:

No 25º aniversário do Americans with Disabilities Act (ADA), a NYC & Company, órgão oficial de promoção de turismo da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, destaca a acessibilidade de diversas atrações de seus cinco distritos.

“Este ano nós designamos julho para comemorar o NYC Disability Pride Month, em comemoração ao 25º aniversário do ato dos norte-americanos com deficiência – um dos mais importantes atos a favor dos direitos civis na história da nação”, afirmou o prefeito De Blasio. “Estou orgulhoso em receber visitantes com deficiências na cidade, que é o lar de tantas instituições históricas e culturais, bem como atividades recreativas que são comprometidas com a acessibilidade, igualdade e inclusão para todos.”

Confira novas atrações que oferecem facilidades para pessoas com deficiência:

O Whitney Museum of American Art, que recentemente reabriu no Meatpacking District, oferece descrição verbal e passeios sensitivos para pessoas cegas ou com baixa visão, passeios em linguagem norte-americana de sinais para as pessoas surdas ou com dificuldades de audição e programas de acesso da família para as crianças no espectro do autismo.

O One World Observatory segue integralmente as solicitações do ADA. Todas as mostras e salas são acessíveis com elevadores para todos os andares do observatório.

Visitantes do Ellis Island National Museum of Immigration podem descobrir modelos táteis da ilha e alugar cadeiras de rodas e equipamentos para audição. Panfletos em braile e tours com descrições em áudio também estão disponíveis.

Para os fãs de entretenimento que queiram experimentar eventos esportivos e da Broadway, há muitas opções em Nova York:

O Barclays Center, no Brooklyn, lar do Brooklyn Nets e, recentemente, do New York Islanders, oferece aos convidados com deficiências aparelhos de audição, elevadores, serviços de interpretação e cadeiras de rodas e assentos para acompanhantes.

O Staten Island Yankees, liga menor afiliada ao New York Yankees, também disponibiliza cadeira de rodas e assentos acessíveis no topo da arquibancada, bem como em outras áreas e seções reservadas.

Muitos dos mais aclamados shows da Broadway, como O Rei Leão e Wicked, fazem parte da Iniciativa de Acessibilidade da Broadway, que oferece serviços especiais, incluindo aparelhos I-Caption (legenda) para surdos e pessoas com audição limitada e dispositivos D-Scriptive (toque) para cegos e pessoas com baixa visão.

E ainda:

Há programação especial e dispositivos para pessoas com mobilidade reduzida, visão e deficiência auditiva, demência, autismo e deficiências de desenvolvimento e aprendizagem no Intrepid Sea, Air & Space Museum, The Metropolitan Museum of Art e Museum of Modern Art.

Estão disponíveis cadeira de rodas grátis e mostras acessíveis no The Bronx Museum of the Arts e New York Hall of Science no Queens.

Um tour exclusivo aos sábados de manhã é oferecido pelo American Museum of Natural History, bem como guias treinados que participam de tours mensais em mostras específicas, que acompanham os visitantes com descrições verbais e objetos táteis.

Há acesso completo ao New York Aquarium, em Coney Island, com guias para que os visitantes conheçam áreas com baixa luminosidade, exposições táteis e auxílios com a audição.

Paredes rebaixadas, binóculos e rampas são as facilidades no Empire State Building e Top of the Rock. Os visitantes também estão autorizados a trazer cães guia em todas as áreas comuns em ambas as atrações.

Fonte: Panrotas