Google Brasil promove programa de recrutamento de pessoas com deficiência

Cinco integrantes do Comitê de Pessoas com Deficiência do Google
Compartilhe:

O Google Brasil anunciou seu primeiro programa de recrutamento de pessoas com deficiência. Por meio do projeto, a empresa oferece canal dedicado a pessoas com deficiência que demonstrem interesse em trabalhar nos escritórios de São Paulo e Belo Horizonte e que queiram dividir com a companhia um pouco mais sobre seu perfil profissional.

“Tornar sua força de trabalho reflexo fiel da população dos países nos quais estão inseridas é um desafio para empresas no mundo todo. No Google, nós acreditamos que isso não só nos deixa mais preparados para entender as diferentes perspectivas dos nossos usuários, como também é a coisa certa a fazer. Por isso, estamos sempre buscando maneiras de nos tornarmos uma companhia mais diversa e inclusiva”, afirmou o especialista em línguística do Google Brasil e líder do Comitê de Pessoas com Deficiência, Pablo Pacca.

A iniciativa lançada na quinta-feira, 17, ajudará a equipe de recrutamento da gigante das buscas a identificar mais pessoas com deficiência que se encaixem em vagas abertas hoje e no futuro. Podem participar candidatos com ensino superior completo (ou com conclusão prevista até 2016) e fluência na língua inglesa – utilizada nos processos de seleção e na comunicação dentro da empresa.

Segundo publicado no blog da companhia, não existem vagas exclusivas e todos os candidatos serão avaliados pelos mesmos critérios. “Buscamos profissionais com histórias que demonstrem liderança, capacidade de resolução de problemas e identificação com os valores e a cultura do Google – o que chamamos de Googleyness”, informam os responsáveis pelo programa.

O recrutamento de pessoas especiais se soma aos esforços da companhia para transformar seus escritórios em ambientes em que, cada vez mais, todas as pessoas realizem seu potencial pleno. “Tenho paralisia cerebral e, como líder do Comitê de Pessoas com Deficiência, sou árduo defensor de medidas para evitar a exclusão de todas as minorias, dentro e fora do Google. Remover barreiras é parte do caminho para que um dia todos possam construir a própria prosperidade”, declara Pacca.

Fonte: Comunique-se