Maracanã terá narração para pessoas com deficiência

Símbolo da deficiência visual, em fundo verde.
Compartilhe:

A partir deste mês, os jogos do Brasileirão disputados no Maracanã terão narração audiodescritiva para pessoas com deficiência visual. O sistema foi usado na Copa do Mundo, quando o estádio contou com o equipamento de narração.

Com o fim do Mundial, a Fifa doou os equipamentos de transmissão de rádio para a ONG Esporte e Cultura para Cegos (Urece) e firmou um acordo de apoio à instituição. A intenção é que, posteriormente, a medida seja levada para os demais estádios do Brasil.

“É um projeto piloto, que nós esperamos levar a outros estádios no Brasil. Mas o simples fato de que estamos transformando isso em uma parte do cotidiano do Maracanã já é bem mais do que imaginamos”, afirmou Mauana Simas, coordenadora do projeto da Urece.

Segundo comunicou a Fifa, funcionários estão recebendo treinamento para realizar as transmissões, que devem proporcionar, aos torcedores com deficiência visual, descrições precisas e explicações capazes de mudar a percepção de alguém que não pode ver um jogo de futebol.

“Este é o tipo de resultado que buscamos quando falamos em deixar um legado duradouro para o país que recebe uma competição da Fifa”, disse o diretor de sustentabilidade da entidade, Federico Addiechi.

O projeto é supervisionado por Anderson Dias, presidente da Urece e medalhista de ouro paralímpico no futebol de cinco em Atenas, em 2004.

Fonte: Band.com.br