Em Fortaleza, AMC credencia em shoppings idosos e pessoas com deficiência para vagas especiais

Compartilhe:

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza nos shoppings Center Um, Benfica e Via Sul o cadastramento de idosos e deficientes para obter a credencial de estacionamento. O atendimento também pode ser feito na sede do órgão, na Ave nida Aguanambi, 90, no Bairro José Bonifácio, e na Central do Vapt Vupt, que está localizado na Avenida Jornalista Tomaz Coelho, ao lado do Terminal de Messejana.

Conforme o cronograma, o serviço será ofertado até esta quarta-feira (13) no Center Um, de 8h às 17h. De quinta (14) a sábado (16), o público deve se dirigir ao Shopping Benfica, que prestará o atendimento no período entre 10h e 19h. Já na próxima semana, de segunda (18) a quarta-feira (20), será a vez do Via Sul receber os interessados em adquirir o documento.

Documentos

Podem requerer a credencial idosos acima de 60 anos e pessoas com deficiência devidamente comprovada por laudo médico. Para se credenciar, além de preencher esses requisitos e residir em Fortaleza, é necessário portar os seguintes documentos: fotocópia do laudo ou atestado médico, fotocópia do RG, fotocópia do CPF e fotocópia do comprovante de residência: água, luz ou telefone. O idoso precisa dos mesmos documentos, com exceção do laudo médico.

A emissão da credencial será feita na hora e pode ser utilizada imediatamente. A credencial é pessoal e intransferível, ou seja, só pode ser utilizada pelo credenciado e em qualquer veículo que o mesmo esteja trafegando.

Fiscalização rigorosa

No dia 4 de janeiro, entrou em vigor a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, que altera o Art. 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), aumentando o rigor na penalidade para quem desrespeitar as vagas de idosos e deficientes.

A infração passou de natureza leve para grave, com punição de cinco pontos na carteira de habilitação e multa no valor de R$ 127,69. Os órgãos de trânsito também estão autorizados a fiscalizar no interior dos estabelecimentos privados de uso coletivo. A fiscalização inicia dia 1º de fevereiro.

Fonte: G1