Garoto escreve poema sobre como é viver com Síndrome de Asperger

O norte-americano Benjamin Giroux, que tem Síndrome de Asperger, escreveu um poema que ajudou sua família a entender melhor o que passa em sua cabeça

Foto de Benjamin, garoto de 10 anos; ele usa camisa vinho com um suéter branco de lã
Compartilhe:

Um dos transtornos englobados pelo espectro do autismo, a Síndrome de Asperger é costuma apresentar comportamento repetitivo e interesses restritos, além de dificuldades de interação social e comunicação. Esses dois últimos pontos complicam a relação entre filhos e pais, que não conseguem saber o que as crianças estão sentindo.

Benjamin Giroux, um menino norte-americano de 10 anos com diagnóstico de Asperger, escreveu um poema que ajudou sua família a entender melhor o que passa em sua cabeça. A tarefa foi parte de uma lição escolar, em que as duas primeiras palavras de cada verso foram passadas pela professora.

O texto emocionou seus pais, que decidiram passar o poema adiante para que mais familiares que lidam com o transtorno pudessem lê-lo. A Associação Norte-Americana do Autismo compartilhou o conteúdo no Facebook, e mais de 35 mil pessoas curtiram.

Segundo Sonny, pai do garoto, ele e a esposa choraram ao ler o poema. “Ficamos ao mesmo tempo orgulhosos e tristes por saber que ele se sente desse jeito”. Leia o texto traduzido abaixo:

“Sou estranho, sou novo
Me pergunto se você também é.
Ouço vozes no ar
Percebo que você não, e isso não é justo.
Queria não me sentir triste.
Sou estranho, sou novo,
Finjo que você também é.
Me sinto como um garoto no espaço sideral
Toco as estrelas e me sinto fora do lugar.
Me preocupo com o que os outros podem pensar
Choro quando as pessoas riem, me faz encolher.
Sou estranho, sou novo
E agora entendo que você também é.
Digo que me sinto como um náufrago
Sonho com um dia em que isso seja OK.
Tento me encaixar
Espero que um dia consiga
Sou estranho, sou novo.”

Fonte: Hypeness