Poupatempo testa tecnologia para melhorar atendimento a pessoas com deficiência auditiva

O projeto em parceria com uma startup é um dos convênios assinados pelo Governo de São Paulo para melhorar a prestação de serviços públicos

Ícone que representa Libras, em fundo verde.
Compartilhe:

O Governo do Estado de São Paulo assinou, em 4 de maio, convênios com as startups GetNinjas, iaiNet, Hand Talk, Nama, Saúde Controle e Memed, no âmbito do programa Pitch Gov SP. As parcerias com as startups visam melhorar a prestação de serviços públicos no AcessaSP, Poupatempo e Fundo Social de Solidariedade.

Um dos convênios, com a empresa Hand Talk, vai testar uma solução desenvolvida pela startup para que pessoas com deficiência auditiva possam usar seu próprio smartphone para ter acesso ao conteúdo informativo de serviços do Poupatempo, como, por exemplo, filipetas.

Uma grande parcela dos surdos prefere acessar conteúdos em Libras, e apenas cerca de 30% dessa população é alfabetizada em Língua Portuguesa. Por isso, as informações impressas de alguns dos serviços prestados no Poupatempo terão um QR Code (código de barras que pode ser escaneado por um smartphone). No momento em que a pessoa com deficiência “lê” o código com seu celular, tem acesso a um endereço na web onde obtém a informação por meio de um avatar desenvolvido pela Hand Talk, chamado de Hugo. O interprete virtual faz a tradução do português para Libras.

Os testes, com duração de 90 dias, serão realizados nos Postos Poupatempo Santo Amaro, Sé e São José dos Campos, que contam com profissionais envolvidos com trabalhos de inclusão de pessoas com deficiência e possuem grande conhecimento em Libras.

Os QR Codes serão inseridos nos impressos:

– Filipeta informativa do serviço de Carteira de Identidade (RG) para Posto com coleta de imagens eletrônica;
– Filipeta informativa do serviço Carteira de Identidade (RG) para Posto sem coleta de imagens eletrônica;
– Filipeta informativa do serviço de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
– Banner informativo da taxa da emissão de Carteira de Identidade (RG) e suas possíveis isenções;
– Protocolo de entrega da Carteira de Identidade (RG).

Fonte: Segs