Santo André recebe feira de emprego para pessoas com deficiência

Para ajudar a inserir pessoas com deficiência no mercado de trabalho, o Atrium Shopping recebe projeto com vagas específicas para este público.

Arte em fundo roxo com um ícone que representa um currículo e uma lupa
Compartilhe:

Nos últimos, anos a crise econômica vem afetando o desempenho das empresas e, como consequência, a geração de emprego. A dificuldade para encontrar oportunidade de trabalho se dá em todas as faixas etárias, jovens e adultos, incluindo os estudantes e as pessoas com deficiência.

Cerca de 24% da população brasileira é composta por pessoas que possuem algum tipo de deficiência e, segundo o último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem 45 milhões de PCDs (Pessoas com Deficiência). Com o objetivo de ajudar a inserí-las no mercado de trabalho, o Atrium Shopping, de Santo André, recebe o Projeto Oportunidades Especiais, que oferece vagas específicas a esse público.

O evento começa hoje e se estende até o dia 5 de novembro, das 10h às 22h, sendo no domingo das 14h às 20h, no Espaço Oportunidades Especiais, no Piso 1 do complexo de compras.

Segundo o coordenador do projeto, Fabiano Medeiros, o local terá um estande adaptado para todos os tipos de deficiência, com atendimento para surdos, realizado por intérprete de Libras, piso tátil e material de divulgação em versão Braile para cegos, além de rampas e balcões para cadeirantes. “As pessoas interessadas devem estar com um currículo em mãos para fazer o cadastro no local. Após isso, as informações vão para o banco de dados e, quando o evento terminar, todos os currículos serão enviados para as empresas que estão apoiando esse projeto. As contratações serão feitas por elas mesmos”, explica.

Na edição do Grande ABC, o evento nacional reúne empresas como McDonald’s, General Motors, TIM, Ambev, Supergasbras e Grupo GPA (Casas Bahia, Ponto Frio, Pão de Açúcar e Extra).

Medeiros diz que não é possível levantar o número de postos. As oportunidades, no entanto, são para diferentes níveis de formação, o que inclui os ensinos Médio, Técnico e Superior.

“A importância do projeto está nessa aproximação, fazemos a ponte entre as empresas e as pessoas. O objetivo é promover esse contato e facilitar a empregabilidade dessas pessoas. Antes, as empresas não conseguiam ou não sabiam como se comunicar com a pessoa com deficiência e recrutá-la”, explica o coordenador do projeto.

A gerente geral do Atrium Shopping, Vanessa Nery, afirma que é importante apoiar o evento e divulgá-lo. “Nosso objetivo é sempre apoiar o mercado de trabalho e o aprimoramento do profissional. Com esse projeto, afirmamos que é fundamental a conscientização dos empresários, até porque é necessário ampliar a visão das empresas”, afirma.

Os interessados que não conseguirem ir até o local ou que quiserem obter mais informações relacionadas a trabalho e cursos voltados a PCDs podem acessar o site www.oportunidadesespeciais.com.br.

Fonte: Diário do Grande ABC