Diversidade na Rua promove debate sobre informática adaptada

Paulo Henrique, professor de Informática do ILBES, participará do bate-papo que acontecerá no site do projeto, promovido pela Mercur

Foto de um teclado de computador, e, no lugar da tecla Enter, há o botão com o símbolo de acessibilidade, com um boneco em uma cadeira de rodas
Compartilhe:

A inclusão digital possibilita o acesso às tecnologias da informação, de forma a permitir a inserção de todos na sociedade, além de despertar a curiosidade pelo novo, trazendo autonomia e ampliando a liberdade de cada indivíduo.

Por isso, na próxima quinta-feira, dia 19 de janeiro, o site do projeto Diversidade na Rua da empresa Mercur realizará um debate aberto sobre a importância da Informática Adaptada na vida das pessoas com deficiência visual. O evento conta com a participação de Paulo Henrique, professor de Informática Adaptada pela ONG Instituto Luís Braille do Espírito Santo.

Alguns tópicos serão discutidos como, por exemplo, principais programas leitores de tela, barreiras físicas e virtuais no processo de aprendizagem e o deficiente visual no mercado de trabalho.

“No início do meu projeto, precisei me adaptar. Foi difícil, mas procurei me colocar no lugar de cada aluno para entender suas necessidades e seu ritmo de aprendizado. Lembro que houve um pouco de receio por parte dos alunos nas primeiras aulas, pensaram: “como uma pessoa que não tem deficiência vai saber nos dar aula?”. Para vencer esse sentimento dos alunos, mostrei que, realmente, eu estava ali para os ensinar e ajudar com educação e respeito”, declara Paulo.

Sobre Paulo:
Paulo Henrique tem 27 anos e é Professor de Informática Adaptada para pessoas com deficiência visual. Conheceu, em 2015, a ONG ILBES (Instituto Luís Braille do Espirito Santo), onde realiza o trabalho de inclusão digital com alunos de diferentes necessidades e faixas etárias.

Debate aberto Diversidade na Rua
Tema: Informática adaptada para pessoas com deficiência visual
Quando: quinta-feira, 19/1, 19h
Obs.: para participar acesse o link www.diversidadenarua.cc/debate