Oficina gratuita de figurino e maquiagem teatral para pessoas com deficiência

A proposta é inclusiva e, para participar, é importante que o aluno tenha mais de 16 anos.

Foto de uma sala de aula, com uma longa bancada. Uma mulher está de pé e orienta um dos alunos, um homem cego que está sentado. Ao lado dele, há uma jovem.
Compartilhe:

Aos poucos, eles chegaram enfrentando as limitações impostas pelas ruas da cidade e prédios sem adaptação. Cadeirantes, pessoas com deficiência visual e pessoas com outros tipos de deficiência.

Pessoas que nunca haviam se encontrado, mas foram ao Poste Soluções Luminosas atraídos pela força da costura, da linha e da agulha. Assim foi a primeira oficina de figurino ministrada pela atriz, figurinista e arte-educadora Agrinez Melo, uma das sócias do grupo teatral O Poste.

A oficina, que é toda elaborada pensando nos participantes, conta, por exemplo, com audiodescrição e, para ensinar a desenhar os croquis, um desenho pré-montado, mas em alto relevo.

“É emocionante realizar essa oficina. Não conter as lágrimas já virou rotina nos dias de aula, alegria que me inunda de forma tão plena que meu corpo não abarca e escorre pelos olhos, a realização de um sonho que se torna a cada dia mais colorido”, revela Agrinez.

A arte-educadora acredita que a oficina é um momento único para os integrantes. “As aulas na oficina de iniciação ao figurino me possibilitam entrar no universo criativo de todos os participantes, alinhavar e unir os retalhos da criatividade desse grupo que vai chegando de forma tímida mas ousada no universo da indumentaria.”, conta.

Inscrições abertas para o curso “Um primeiro olhar para os elementos de composição do personagem”

Neste ano, a Oficina se repete, mas, dessa vez, com algumas novidades. O grupo contará com aulas de maquiagem para teatro.

“Nós vamos abordar no conteúdo programático, a origem da indumentária e suas influências no universo do teatro e da moda; Anatomia Corporal e Criação de Croquis; Estudos de Cores e Harmonia na Vestimenta; Criação de Conceito de figurino. Vai ser lindo.”, comemora.

Mas o sucesso da oficina atingiu também quem não tem nenhuma deficiência. Por isso, neste ano, a oficina vai ter vagas para todo o público em geral. Uma forma de estimular o convívio das diferenças.

Então se você está pensando em abrir um novo empreendimento, para os amantes do mundo das artes, para quem pensa em fazer aquela customizada naquela calça e não sabe por onde começar… essa é uma boa oportunidade.

A proposta é inclusiva e, para participar, é importante que o aluno tenha mais de 16 anos. O principal objetivo do curso é incluir pessoas com e sem experiência no universo dos elementos de composição do personagem, valorizando a formação artística e criar possibilidades de emprego e renda.

São apenas 25 vagas, com a carga horária de 60 horas. Os alunos terão 20 horas de aulas de maquiagem e uma experiência de 40 horas na investigação de figurinos. A boa noticia é que o curso é gratuito e ainda vai contar com certificado e performance no final. Para participar é só solicitar uma ficha de cadastro através deste e-mail: doceagrifigurinomake@gmail.com

Fonte: Catraca Livre