Pessoas com deficiência visual conhecem parreira e participam da pisa da uva

Apreciadores de vinho e estudantes da bebida milenar, os turistas tiveram a oportunidade de colher a uva na parreira e participar da pisa da fruta

Foto de um cacho de uvas verdes em primeiro plano. em uma área verde, externa.
Compartilhe:

Um grupo formado por pessoas com deficiência visual viajou da capital a São Roque (SP) para conhecer uma vinícola neste sábado (11). Apreciadores de vinho e estudantes da bebida milenar, os turistas tiveram a oportunidade de colher a uva na parreira e participar da pisa da fruta, atração que atrai centenas de visitantes durante a vindima, a época de colheita.

A cada toque, uma descoberta diferente, que junto com as explicações de um dos responsáveis pela plantação ajudou o grupo a dar forma na mente daquilo que estava em volta. “Uma delícia! Eu fico pensando que são sensações que vão ficar na memória olfativa o resto da vida”, relata a assistente social, Sandra Paioli Monteiro Cassares.

A sensibilidade aguçada – tato, olfato e audição – tornou a experiência única. Criado há seis anos, o grupo “Ver o vinho” reúne somente pessoas que gostam da bebida e são pessoas com deficiência visual. Todos puderam escolher as uvas que levaram para casa, como Niágara e Lorena, e provar o vinho feito na região. “O sabor bem adocicado e mesmo assim ela não está totalmente madura. É melada, muito saborosa”, complementa a assistente social.

O massoterapeuta Mauro Mantovani se surpreendeu com a maneira de cultivo da fruta. “A engenharia do ‘Y’ que eles explicaram pra nós, no primeiro momento…do ramo subir e o cacho aparecer porque ele fica mais pesado. Uma experiência marcante”, diz.

O passeio é uma oportunidade de conhecer a vinícola, diz a coordenadora do grupo, Daniela Romano. “É quando você consegue entender todo processo, além de uma maneira lúdica, divertida e como ela acontece mesmo”, finaliza.

Fonte: G1