Etec e Fatecs desenvolvem projetos para pessoas com deficiência

Alunos foram desafiados a direcionar trabalhos de conclusão de curso para melhorar a vida de pessoas com limitação de mobilidade

Foto de um espaço amplo e iluminado, com uma cadeira de rodas parada em frente a um elevador
Compartilhe:

Etec e Fatecs, das regiões do Alto Tietê e de Sorocaba, respectivamente, desenvolveram tecnologias assistivas para pessoas com deficiência. A Escola Técnica Estadual (Etec) Presidente Vargas, em Mogi das Cruzes, aproveitou o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dos alunos do técnico de Mecânica para colocar à prova o conhecimento dos jovens. A iniciativa incentivou os estudantes a intervir positivamente na sociedade. Eles foram desafiados a desenvolver tecnologias assistivas para melhorar a vida de pessoas com limitação de mobilidade. E, foram aprovados.

Ao todo foram desenvolvidos sete projetos em que os produtos finais serão doados a instituições de assistência da região. A maioria dos alunos já apresenta temas de diversas áreas ligadas à tecnologia, meio ambiente e saúde. Com as habilidades adquiridas são feitas melhorias em máquinas e equipamentos. E desta vez as instituições direcionaram as pesquisas e os alunos abraçaram a ideia. Acesse o documento online para ver tos TCCs apresentados pelos alunos da Etecs.

Além das iniciativas da Etec do Alto Tietê, a outra boa notícia veio na semana em que se comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Foi a exposição de projetos desenvolvidos por estudantes de três Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) na final do Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência.

A premiação reconhece as dez melhores práticas inclusivas entre os mais de cem projetos inscritos. Puderam participar do Prêmio representantes da gestão pública, de instituições não governamentais sem fins lucrativos e meios digitais. O Brasil tem hoje cerca de 45 milhões de essoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo esse número ultrapassa 9 milhões. Confira a lista dos finalistas no Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo