Filme “Teu Mundo Não Cabe nos Meus Olhos” terá audiodescrição, Libras e LSE

Na trama, Vitório (Edson Celulari) é cego de nascença e dono de uma pizzaria herdada de seu pai no tradicional bairro do Bixiga, em São Paulo

Cena do filme "Teu mundo não cabe nos meus olhos". O ator Edson Celulari, um homem de 60 anos, branco, com olhos azuis, caminha pela rua, com uma bengala para cegos, acompanhado de um home mais novo, de boina e um bigode escuro e espesso.
Compartilhe:

Com estreia em 3 de maio, o longa-metragem Teu Mundo Não Cabe Nos Meus Olhos terá exibições com audiodescrição, Libras (Língua Brasileira de Sinais) e LSE (legendas para surdos).

Estrelado por Edson Celulari, Soledad Villamil, Leonardo Machado, Giovana Echeverria Roberto Birindelli e Carlos Cunha, com direção de Paulo Nascimento (A Oeste do Fim do Mundo, Diário de Um Novo Mundo), o filme teve locações em Porto Alegre e em São Paulo, e é uma coprodução da Accorde Filmes, Telecine e Paris Filmes.

Na trama, Vitório (Edson Celulari, de Diário de Um Novo Mundo), cego de nascença, é dono de uma pizzaria herdada de seu pai no tradicional bairro do Bixiga, em São Paulo, famosa por oferecer a melhor pizza da região.

Vivendo uma vida feliz com a mulher Clarice (Soledad Villamil, de O Segredo dos Teus Olhos), a filha Alícia (Giovana Echeverria, de #Garotas – O Filme) e seu assistente na pizzaria, Cleomar (Leonardo Machado, de Os Senhores da Guerra), Vitório está em pleno controle da vida, adaptado à sua cegueira. Mas após um infeliz incidente, seguido pela descoberta de que existe a possibilidade de enxergar, Vitório inicia um conflito consigo mesmo – e vai precisar tomar uma grande decisão, que influenciará todos à sua volta.

O filme fala sobre a necessidade de tolerância e respeito ao desejo dos outros, mesmo que seja para não ver o mundo tal qual enxergamos. Uma história universal e popular, que envolve uma paixão que se esvai pela falta de compreensão, uma amizade que transcende todas as barreiras e as paixões pelo futebol e por oferecer aquela pizza perfeita, que só quem entende o ingrediente em sua essência sabe fazer.

FICHA TÉCNICA 

Roteiro e direção Paulo Nascimento
Produzido por: Edson Celulari e Paulo Nascimento
Produção executiva: Marilaine Castro da Costa
Uma realização Accorde Filmes, Telecine e Paris Filmes