Programação do Museu do Amanhã para o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência

Na data haverá exibição de documentário, peça teatral, roda de conversa e ainda a abertura da exposição com obras pintadas com bocas e pés

Arte em fundo azul, com os símbolos das deficiências intelectual, visual, física e auditiva dispostos verticalmente, da esquerda para a direita
Compartilhe:

Na próxima sexta, 21/9, é comemorado e lembrado Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Para celebrar a ocasião, o Museu do Amanhã, gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), promove programação especial, que iniciará às 10h30 com a exibição do documentário “Um dia especial”.

Na sequência, o público poderá acompanhar a roda de conversa “Diálogos sobre Autonomias”, mediada por Camila Alves. Há também a apresentação do espetáculo “O Subnormal – uma história de baixa visão”, e a abertura da exposição “Corpo de Fuzileiros Navais – Inclusão e Arte” encerra as atividades do dia. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do Museu.

“A divulgação da luta pelas causas das pessoas com deficiência não é um trabalho de um dia, uma data, mas sim uma construção diária. O dia 21 de setembro é um marco muito importante de reflexão sobre o tema, um pensar e repensar o quanto avançamos e como ainda podemos caminhar em direção a novas soluções pela qualidade de vida para as pessoas com deficiência”, destaca Adriana Karla Rodrigues, diretora de Programação do Museu do Amanhã.

Programação:

10h30 -12h20 | Cine Olhares Diversos: documentário “Um dia especial” | LAA 
Abertura com o diretor Yuri Amorim. O filme acompanha o decorrer de um dia na vida de diversas famílias brasileiras com filhos autistas ou com outras síndromes raras.

13h30 -14h30 | Roda de Conversa: Diálogos sobre Autonomias | LAA 
A mediação será de Camila Alves, psicoterapeuta corporal e doutoranda em Psicologia na UFF. Entre os convidados estão: Bruno Baptista, educador surdo do Museu do Amanhã, e Leonardo Oliveira, educador cego do Museu Histórico Nacional, entre outros.

15h -15h40 | Teatro: “O Subnormal – uma história de baixa visão” | Átrio
O espetáculo narra a trajetória do ator Cleber Tolini, que aos 24 anos, após uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro, tem seu nervo ótico afetado e fica com baixa visão ou visão subnormal.

16h45 – 18h | Abertura da Exposição Corpo de Fuzileiros Navais – Inclusão e Arte | Terreiro de Curiosidades
O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, em parceria com a Associação dos Pintores com a Boca e os Pés – APBP, lançam, no Museu do Amanhã, a exposição com 27 pinturas de temática naval, executadas com a boca e os pés, acompanhadas de relatos dos artistas sobre o papel da arte na superação da deficiência.

Confira a programação completa no site do Museu.

O quê: Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência
Quando: sexta-feira, 21/9, a a partir das 10h30
Onde: Museu do Amanhã
Endereço: Praça Mauá, nº 1, Centro, Rio de Janeiro – RJ

Fonte: Assessoria