Vamos tornar nossas cidades acessíveis?

No meu último post, falei sobre turismo acessível e queria complementar essa nossa conversa.

Compartilhe:

No meu último post, falei sobre turismo acessível e queria complementar essa nossa conversa.

Eu adoro viajar, principalmente pelas cidades brasileiras, mas as barreiras são muitas. Pensando em diminuir essas barreiras, o Ministério do Turismo desenvolveu um portal que reúne todas as informações necessárias a empresários e turistas!

Foram desenvolvidas algumas cartilhas que podem ser muito úteis para empresários e turistas.

Essas cartilhas apresentam a execução do projeto Sensibilização para o Turismo Acessível no município de Socorro, em São Paulo. Aquele que comentei no post anterior. Com o objetivo de apresentar os resultados alcançados por meio desta experiência, foram produzidos quatro volumes, intitulados Turismo Acessível.

– VOLUME I: Introdução a uma Viagem de Inclusão
O Volume I apresenta os conceitos e marcos legais em turismo e acessibilidade e orienta os gestores públicos e privados para os procedimentos necessários ao bom desenvolvimento do turismo acessível nos destinos.

– VOLUME II: Mapeamento e Planejamento – Acessibilidade em Destinos Turísticos
O Volume II apresenta um instrumento prático para o planejamento e a implantação da acessibilidade nos destinos turísticos, subsidiada no conteúdo das normas técnicas nacionais, legislações municipais, estaduais e federais vigentes.

– VOLUME III: Bem Atender no Turismo Acessível
O Volume III apresenta subsídios para os prestadores de serviços turísticos adaptarem suas instalações e equipamentos e oferecerem atendimento adequado às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

– VOLUME IV: Bem Atender no Turismo de Aventura Adaptada
O Volume IV apresenta os conceitos e marcos legais em turismo e acessibilidade e orienta os gestores para os procedimentos fundamentais para o bom desenvolvimento do turismo acessível e da prática de atividades de aventura adaptada nos destinos.

Mas você encontra, ainda, outros materiais importantes que podem melhorar muito seu empreendimento e sua viagem!

Manual de orientações em turismo e acessibilidade

O Ministério do Turismo produziu este documento a partir do Manual de Recepção e Acessibilidade de Pessoas com Deficiência a Empreendimentos e Equipamentos Turísticos, publicado pela Embratur em 2001, e de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. O propósito deste manual é servir de instrumento orientador sobre temas relativos à acessibilidade, apresentando critérios, parâmetros, recomendações e informações para o exercício da plena cidadania aos que desejem usufruir dos benefícios da atividade turística.

No site, é possível encontrar todas as informações necessárias sobre normas técnicas, legislação, guias e cartilhas para implementação de acessibilidade na indústria do turismo.

Outro ponto importante é o perfil do turista pessoa com deficiência. Muitos empresários ainda acreditam que este público é pequeno e não tem interesse em viajar. Enganam-se os que pensam desta forma, pois o Brasil tem mais de 45 milhões de pessoas com deficiência. O Ministério do Turismo realizou uma pesquisa que demonstrou que as pessoas com deficiência são um público viável e lucrativo. A maioria dos pesquisados possui boa escolaridade, rendimentos e motivação para viajar.

Muitas iniciativas já estão sendo colocadas em prática, tais como projetos de acessibilidade em praias, como vemos no Rio de Janeiro, São Paulo, no Nordeste do País etc., trilhas inclusivas, rotas acessíveis, turismo de aventura adaptado e muito mais.

Iniciativas como essas nos provam que o turismo acessível no Brasil é uma tendência e é totalmente possível.

Vamos fazer a nossa parte?